Audiência Pública sobre acessibilidade

Devido a inúmeras denúncias e reclamações de usuários,realizei uma audiência pública para discutir a precariedade do transporte público de Belo Horizonte e a redução da frota de táxis acessíveis.


Vários representantes de órgãos e instituições estiveram presentes, inclusive o presidente da BHTRANS Célio Bolzada, e a representante da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB/MG Ana Lúcia Oliveira.


Separamos este momento para ouvir as pessoas, pois este é o primeiro passo rumo a transformações realmente significantes. Minha maior prioridade é fazer com que esta cidade seja mais humanizada e que o direito de ir e vir de todos os cidadãos sejam respeitados e preservados.

1 comentário

    • Cleiton Santana em 24 de junho de 2018 às 18:21

    Responder

    Acessibilidade de verdade é simples, onibus com piso baixo, ótimo para cadeirante, idosos, gestantes e tds pessoas com mobilidade reduzida. Além de ser questão de saúde para o motorista, pois este tipo de veículo não tem motor dianteiro. Motor dianteiro só é bom para empresários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado