BH poderá ter Pipódromos

Tramita na Câmara Municipal de Belo Horizonte o Projeto de Lei 271/17, e prevê espaços para a prática de soltar pipas em ao menos uma área aberta e segura em cada uma das nove regionais da cidade: “De preferência parques ecológicos, campos de futebol, praças ou espaços semelhantes, para realizar a prática de soltar pipas.

O último artigo do PL institui ainda a “Semana Educativa do Uso Responsável de Pipas”.Os eventos e atividades devem atender às diretrizes de segurança e responsabilidade da legislação atual e da Associação Brasileira de Pipas (ABP).

Elaborei o Projeto de lei por acreditar que soltar pipas sempre foi uma atividade que reúne pais e filhos. Pode-se dizer que várias técnicas de artesanato, física, geometria, entre outras, são aplicadas de forma indireta nesta prática que encanta crianças e adultos em todo o mundo. Existem, porém, pessoas que fazem uso de cerol e outras linhas proibidas em ambiente inadequado, o que acarreta acidentes graves e que podem levar até a morte de pessoas e animais.

Matéria também veiculada no Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado