FORMATURA DE CAPELÃES É MARCADA POR ANÚNCIO DA APROVAÇÃO DE PROJETO DE LEI QUE BENEFICIA A CATEGORIA

Por iniciativa do vereador Irlan Melo, setenta pessoas formaram-se na noite desta terça-feira no curso de capelães da Associação Brasileira de Amparo aos Excluídos (ASBAMEX), na solenidade realizada na Câmara Municipal de Belo Horizonte. A capelania tem como objetivo capacitar pessoas para prestar assistência social e religiosa, contribuindo com seu bem estar físico e emocional. Para Irlan Melo, a atividade merece ser reconhecida e, sobretudo, feita com responsabilidade e cuidado.

Desta forma, o vereador elaborou o projeto de lei 199/2017, que altera a lei 10.221/2011. O objetivo é regularizar a atividade de capelania, tornando obrigatório um registro profissional junto às organizações. O PL foi aprovado em 1º turno na tarde desta terça-feira em sessão plenária e foi também comemorado pelos formandos e presentes na ocasião.

    • CPL-Pr. Tercio Martins em 28 de novembro de 2020 às 18:51

    Responder

    Sou Pastor, Capelão e Juiz de paz.
    Sou natural de Nova Friburgo – RJ sendo que moro em Patos de Minas a 9 anos.
    Muito interessante essa lei.
    Bom seria se nós Capelães pudéssemos ser remunerados, pois não teríamos que nos preocupar com afazeres fora da Capelania.
    Parabéns pela iniciativa.
    Deus o abençoe sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado