Caixa lança aplicativo para solicitar auxílio emergencial de R$600

A Caixa Econômica Federal disponibilizou nesta terça-feira (7) o site e o aplicativo por meio do qual informais, autônomos e MEIs podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600. A Caixa detalha como serão feitos os pagamentos na manhã desta terça.

O benefício será pago a trabalhadores informais, autônomos e MEIs.

Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo:

  • ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
  • estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
  • cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
  • ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.

Além disso, todos os beneficiários deverão:

  • ter mais de 18 anos de idade;
  • ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
  • não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.
  • A mulher que for mãe e chefe de família, e estiver dentro dos demais critérios, poderá receber R$ 1,2 mil (duas cotas) por mês.

Na renda familiar, serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.
A Caixa Econômica Federal disponibilizou nesta terça-feira (7) o site e o aplicativo por meio do qual informais, autônomos e MEIs podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600 e R$1200.

👉 Clique aqui para baixar o aplicativo para celulares Android:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

👉 Clique aqui para baixar o aplicativo para iOS (celulares Apple):
https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

Passo a passo:

  1. Abram o link.
  2. Confirmem as opções que estão dentro das características exigidas pelo governo.
  3. Preencham seus dados: nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe.
    4.1- Caso já estejam cadastrados no CadUnico vai aparecer a mensagem: você está no cadastro único do governo federal. As condições de recebimento do auxílio emergencial serão avaliados com os seus dedos do Cadastro único. Aí é aguardar liberar o app.
    4.2 – Caso não esteja cadastro no CadUnico, vai abrir uma página pra vocês colocarem os dados. Daí é só preencher tudo que for pedido e aguardar o processamento dos dados e análise.


Fonte:G1

2 comentários

    • Lefa em 10 de maio de 2020 às 14:35

    Responder

    Tenho bolsa família mais em abril não recebi auxílio emergencial por q recebi salário maternidade. Quero saber se em maio terei direito ao auxílio já q não estarei mais recebendo salário maternidade

    • GELVANO DO NASCIMENTO em 2 de junho de 2020 às 00:15

    Responder

    Estou em análise desde dia 07de março

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado