Problemas de urbanização e infraestrutura no Betânia serão verificados

Problemas de urbanização e infraestrutura no Betânia serão verificados

No Bairro Betânia (Região Oeste de Belo Horizonte), a pedido de Irlan Melo (PSD), às 9h, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário vai à Rua Alexandrita, nº 34, para tratar de problemas recorrentes com vagas de estacionamento; às 10h30, a Comissão de Saúde e Saneamento visita a Rua Geraldo do Carmo, nº 248, no Conjunto Betânia, buscando verificar e cobrar providências para que as obras de galeria de redes de esgoto sejam concluídas até que alcancem o Ribeirão Arrudas, pois a comunidade sofre com esgoto céu aberto.

Estacionamento e redes de esgoto no Bairro Betânia

Em sua justificativa à Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário para a visita ao Betânia, Irlan Melo explicou que, no entroncamento das Ruas Alexandrita com Amanda, forma-se “um grande espaço aberto que diversos motoristas utilizam, indevidamente, como estacionamento”. Apesar da aplicação recorrente de multas, muitos continuam estacionando no local, o que se deve ao fato de a área estar a poucos metros da movimentada Avenida Úrsula Paulino, que possui um importante centro comercial para a região, mas com pouca disponibilidade de vagas. Irlan contou que o gabinete foi procurado por empreendedores para “solicitar apoio na busca pela regularização das vagas de estacionamento na via pública”.

A comissão convidou para a atividade o coordenador de Atendimento Regional Oeste, Sylvio Ferreira Malta Neto; o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Josué Costa Valadão; e o diretor-presidente da BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte S/A), Diogo Prosdocimi.

Por meio de pedido à Comissão de Saúde e Saneamento, Irlan Melo também marcou uma vistoria na Rua Geraldo do Carmo, nº 248, no Conjunto Betânia, para “verificar e cobrar providências para que as obras da galeria da rede de esgoto sejam concluídas até que alcancem o Rio Arrudas”. Segundo o parlamentar, em sua justificativa, moradores reclamam “reiteradamente” do esgoto a céu aberto na via, ocasionando problemas como mal cheiro, presença de roedores e insetos nocivos à saúde humana. Para ele, “o transtorno mencionado poderia ser remediado com a conclusão das obras da galeria que leva o esgoto ao Rio Arrudas” – o ribeirão localiza-se a cerca de 500 metros da Rua Geraldo do Carmo. Além dos inconvenientes citados, os barrancos nas margens do esgotamento inacabado estão cedendo, “gerando trincamentos e mais inconvenientes aos moradores”.

Foram convidados para a visita o coordenador de Atendimento Regional Oeste, Sylvio Ferreira Malta Neto; o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Josué Costa Valadão; o subsecretário de Proteção e Defesa Civil, Waldir Figueiredo Vieira; e o diretor-presidente da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), Eduardo Tavares de Castro.

Conheça as nossas ações no Betânia

Acompanhe o nosso trabalho em todas nossas redes sociais:

Instagram:@irlan.melo

Facebook: Irlan Melo

Twitter: @irlanmelo

Youtube:Irlan Melo

Contato(31) 3555-1153

Vereador Irlan Melo, pelo seu direito e pela justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado