Pela conscientização ao tratamento e prevenção da trombofilia, nosso projeto foi aprovado em 2º turno

O Plenário da Câmara de BH aprovou nesta terça-feira (15/9) 2º turno, o PL  1007/20, de nossa autoria que institui o Dia Municipal de Combate à Trombofilia, voltado à promoção de campanhas e ações de conscientização, prevenção e combate à doença. Ressaltamos durante a reunião a importância de esclarecer a população, especialmente as gestantes, sobre os riscos da trombofilia, que favorece a ocorrência de trombose e pode causar a perda do bebê.

Em julho também foi aprovado nosso PL PL 683/18, que recebeu o nome de Lei Santiago Lucas. O nome foi dado em homenagem à uma mãe que perdeu seu filho na oitava semana de gestação e, somente depois de muita investigação, descobriu que o motivo era a TROMBOFILIA, patologia que acomete gestantes e que forma coágulos que podem causar problemas como a trombose venosa profunda ou embolia pulmonar.

Caso a proposição seja sancionada pelo prefeito, as mulheres atendidas na rede pública de saúde passam a ter o direito ao exame genético que detecta a trombofilia e ao respectivo tratamento, sempre que houver recomendação médica.

A aprovação da lei em BH será um grande avanço para a saúde.Nosso objetivo é que as mães não tenham que sair mais da maternidade com as marcas no corpo e sem os filhos no colo por causa da trombofilia. Gestação com segurança e respeito é um direito de todas as mulheres e vou trabalhar para que seja assegurado! .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado